segunda-feira, dezembro 12, 2011

Aleluia... Halleluyah



Eu ouvi falar que havia um acorde secreto...

Que Davi tocou e agradou ao SENHOR... Mas você não se importa, com música, não é?

Ela vai assim -  a quarta... a quinta... O menor cai e o maior sobe....

O confuso rei compondo “ Aleluia”

Aleluia... Aleluia...Aleluia...

Sua fé era forte, mais você precisava provar...Você a viu tomando banho do telhado...

A beleza dela a luz da lua te derrubou... Ela te amarrou a cadeira da cozinha...

Ela quebrou seu trono e cortou seu cabelo... E dos seus lábios ela extraiu o Aleluia...

Aleluia...Aleluia...Aleluia...

Talvez eu já estivesse aqui antes... Eu conheço essa sala, eu já caminhei nesse piso...

Eu acostumava viver sozinho, antes de te conhecer... Vi a sua bandeira no arco de mármore...

O amor não é uma mancha de vitória... É uma fria e partida Aleluia...

Aleluia...Aleluia...Aleluia...


Havia um tempo em que você me deixava saber... O que realmente acontecia lá embaixo...

Mais agora você nunca me mostra isso, não?

Lembre – se quando me instalei em você?

E a pomba sagrada se movia também...E todo o suspiro que dávamos era o Aleluia...

Aleluia... Aleluia...Aleluia...

Talvez haja um DEUS lá em cima... Mais tudo o que aprendi do amor...

Era atirar em alguém que tirou você... E não é um choro que você pode ouvir essa noite...

Não é alguém que tenha visto a luz... É uma fria e partida Aleluia...

Aleluia...Aleluia...Aleluia...

Aleluia...Aleluia...Aleluia...

Aleluia...Aleluia...Aleluia...












Nenhum comentário:

Postar um comentário